CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2021 CRITICA ‘NEGAÇÃO DA CIÊNCIA’ NA PANDEMIA E ‘CULTURA DE VIOLÊNCIA’ CONTRA MULHERES, NEGROS, INDÍGENAS E LGBTIQ+

65

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lança oficialmente nesta quarta-feira (17) a Campanha da Fraternidade de 2021, com o tema “Fraternidade e Diálogo: compromisso de amor”. No texto-base que detalha a iniciativa, a CNBB faz críticas relacionadas aos seguintes temas:

  • “Negação da ciência” durante a pandemia de Covid-19;
  • Atuação do governo federal no combate ao coronavírus;
  • Igrejas que não respeitaram o distanciamento social;
  • A “cultura de violência” contra mulheres, negros, indígenas e pessoas LGBTIQ+.

A campanha da fraternidade é tradicionalmente realizada pela Igreja Católica em parceria com instituições cristãs desde a década de 1960. O texto-base é escrito por membros do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic) e passa pelo aval da direção-geral da CNBB.

Texto: G1