GESTÃO DE BOLSONARO NA PANDEMIA É APROVADA POR 22% E REPROVADA POR 54%, APONTA PESQUISA

54

Pesquisa Datafolha divulgada nessa terça-feira (16) aponta que a rejeição ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na gestão da pandemia do coronavírus bate recorde. Para 54% dos entrevistados, o presidente da República tem uma atuação ruim ou péssima na crise da covid-19. Na sondagem realizada em janeiro, a rejeição ao trabalho de Bolsonaro na pandemia era de 48%.

Já o índice daqueles que acham a gestão do presidente relacionada à pandemia ótima ou boa caiu de 26% para 22%. Outros 24% consideram como regular.

O levantamento também mostrou que 43% dos entrevistados acreditam que Bolsonaro é o principal culpado pela situação da crise sanitária. 

A pesquisa ouviu 2.023 pessoas nos dias 15 e 16 de março. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

O recorde de reprovação ocorre no momento em que o Brasil enfrenta o pior momento da crise. Nessa terça-feira (16), o país registrou 2.841 mortes em 24 horas, maior número desde o começo da pandemia.

Em meio ao agravamento da situação, Bolsonaro trocou o ministro da Saúde pela quarta vez em 1 ano.

Texto e Foto: Rádio Itatiaia