GOVERNO DE MINAS AUTORIZA FUNCIONAMENTO DE TODAS AS ATIVIDADES NÃO ESSENCIAIS

46

A Secretaria de Estado de Saúde anunciou mudanças no Minas Consciente. A partir de agora, todas as atividades vão poder funcionar nas cidades que aderiram ao programa, contemplando inclusive as que estão paradas desde o início da pandemia de Covid-19. Os protocolos a serem adotados vão variar conforme a onda, sendo a vermelha a mais restritiva.

A nova versão do programa estadual foi divulgada durante entrevista coletiva nessa quarta-feira (27), após reunião do Comitê Extraordinário Covid-19. Segundo o boletim epidemiológico divulgado ontem de manhã, foram 216 óbitos pela doença confirmados em apenas um dia.

Com a mudança, eventos poderão ocorrer com 30 pessoas nas cidades que estão na onda vermelha do programa estadual; com 100 pessoas na onda amarela e 150 na onda verde. Hotéis poderão funcionar com 50% de ocupação na onda vermelha, 75% na onda amarela e 100% na onda verde.

Esta é a terceira versão do programa de reabertura econômica desde o ano passado.

Com a liberação de todas as atividades, o que muda são os protocolos adotados em cada fase. Na onda vermelha e amarela, será adotado um protocolo mais restritivo, com controle de fluxo na entrada dos estabelecimentos, teletrabalho, limite de uma pessoa por atendente no comércio não essencial, proibição de autoatendimento, medição de temperatura na entrada e estímulo ao agendamento. Já na onda verde, o protocolo será menos rigoroso.

Vínculos de trabalho

A modernização do Minas Consciente permitirá que 79 mil empresas comecem a funcionar pela primeira vez desde o início do plano e que 308 mil trabalhadores possam trabalhar pela primeira vez desde o início das medidas restritivas da epidemia. Atualmente, as atividades essenciais correspondem a 70% dos vínculos trabalhistas.

Educação

Para o setor de Ensino está sendo desenvolvido um estudo individualizado. Assim, as escolas ainda não passarão por mudanças neste momento. Foi aprovada, também nesta quarta-feira (27), pelo Comitê Extraordinário Covid-19, a criação de um Grupo de Trabalho para debater as possibilidades de retomada das aulas presenciais. O Grupo será formado por membros das Secretarias de Estado de Saúde e de Educação, da Sociedade Mineira de Pediatria e da Associação Brasileira de Neurologia e Psiquiatria Infantil e Profissionais Afins.

O Grupo será formado por membros da Secretaria Estadual de Saúde, da Secretaria Estadual de Educação, da Sociedade Mineira de Pediatria e da Associação Brasileira de Neurologia e Psiquiatria Infantil e Profissionais Afins.

Carnaval

Para evitar aglomerações e viagens durante o Carnaval, previsto para o dia 16 de fevereiro, o Estado não terá ponto facultativo no período. A decisão atende à necessidade atual de desacelerar o contágio da covid-19 e intensificar as ações de combate à pandemia.

Um vídeo circulando nas redes sociais mostra o Secretário Estadual de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, falando sobre a reabertura do comércio não essencial em Minas (assista o vídeo abaixo).

Texto: G1 Minas

Vídeo: Redes Sociais