MATERNIDADE DE VERDADE: MÃE BOA É MÃE FELIZ

41

Neste fim de semana comemoramos o dia das mães.

Diferente de tudo que você vai ver ler e ouvir neste fim de semana falo mais sobre outro aspecto da maternidade. Muito se homenageia e até se presenteia no dia das mães. Nossa sociedade romantiza a maternidade e ela é sim linda, mas comparo com a beleza das rosas, por mais que seja formosa, perfumosa e delicada também tem espinhos. Os espinhos são para as rosas proteção, para a maternidade não.

Uma das maiores dificuldades é adubada pela própria mulher, ao acreditar que precisa ser uma supermãe o tempo todo. Não você não é! E quando insiste em ser, acaba prejudicando você mesma em outros pontos de sua vida.

Tia, tio, madrinha, avós e amigas quando se dispõe a ajudar, nem que seja por pouco tempo, fazem muita diferença na vida da mãe. E mães costumam ser eternamente gratas a quem ajuda.

Agora o mais importante, os pais.  O melhor presente que você pode dar pra mãe do seu filho é ser pai de verdade para o filho dela.

Se você vive junto com a mãe do seu filho, mais que ajudar nas despesas financeiras, ajude cuidando do filho. Troque fraldas, dê banho, dê comida, leve pra brincar, se ele estiver maior, chame pra sair com e sem a mãe. Descanse um pouco essa mãe. Fique com o filho pra que ela possa sair, seja para praticar um esporte ou se cuidar. Antes de ela ser mãe do seu filho, ela é sua mulher.

Agora se você não vive com a mãe do seu filho, nunca atrase a pensão. Independente da sua condição financeira, seu filho come todos os dias. Dê amor para seu filho. Não permita que o seu relacionamento com a mãe, estrague o relacionamento com o filho de vocês. Não há nada que doí mais em uma mãe, do que a tristeza nos olhos do filho que tem um pai ausente. Vale lembrar que se o pai não paga pensão e não dá carinho para o filho, tem lei pra ele, bora pra justiça.

Mãe é justiceira. Mãe ama tanto que se transforma em leoa pelo filho. Mãe é naturalmente amorosa e zelosa. Mas não precisa ser sozinha. Peça ajuda mamãe. Não se sinta menos mãe, porque está cansada. Você precisa reconhecer que não precisa ser perfeita pra ser merecedora de homenagem. Mãe boa é mãe feliz!

Feliz dia das mães!

Por Lilian Camargos

Foto: Ilustrativa / Internet