VEREADORES COBRAM AÇÕES DA COPASA EM NOVA SERRANA

37

Os vereadores da Câmara Municipal de Nova Serrana, por meio do presidente, vereador Cabral, convidaram o superintendente da COPASA, João Martins, assim como o deputado estadual, Fábio Avelar, para uma reunião com o objetivo de discutir sobre os problemas que a população está enfrentando com a falta de água em algumas regiões e bairros da cidade. 

Os vereadores cobraram também as melhorias que a empresa precisa implementar para garantir o abastecimento sem interrupções nas casas das famílias nova-serranenses.

A reunião aconteceu na Câmara, nessa segunda-feira (8), e os vereadores pediram uma previsão para o término das obras de ampliação do sistema. Eles repassaram ao representante da COPASA as inúmeras reclamações e demandas dos cidadãos, dentre elas, a principal que é uma solução para a falta de água, pois há moradores que têm ficado até quase uma semana sem água nas residências.

Outra cobrança feita pelos vereadores foi o fato de faltar água por tanto tempo e não haver redução nas contas. Questionaram se o ar que passa pelo hidrômetro é tarifado e como resolver essa situação.

Outro ponto apresentado é a necessidade de a COPASA tapar os buracos que abre nas ruas após os serviços de manutenção na rede, pois, os buracos geralmente causam grandes transtornos.

A falta de um núcleo gerencial da COPASA em Nova Serrana foi apresentada, assim como a necessidade de melhoria nos canais de atendimento aos cidadãos também foi abordada. Essa questão é importante porque além de enfrentar o desabastecimento, os moradores estão enfrentando dificuldades ao comunicar isso à COPASA pelos números telefônicos disponibilizados.

No geral as reclamações dos vereadores à COPASA transitaram por esses fatores, além de perguntarem também sobre os investimentos em longo prazo, pensando no grande crescimento da cidade e, quais medidas a empresa adotará para acompanhar essa crescente expansão do município para que no futuro não ocorra mais a falta de água e para que também os dejetos sejam tratados.

EXPLICAÇÕES DA COPASA

Sobre a falta de água, João Martins explicou que atualmente a COPASA está operando no limite e qualquer variação no sistema como o calor excessivo ou um rompimento na rede, afeta o abastecimento principalmente das partes altas. Mas, existem obras em andamento para ampliação do sistema de captação no rio Pará. A previsão é que ainda neste semestre a capacidade de captação seja aumentada em 50% passando para 200 litros por segundo para 300 litros por segundo.

A COPASA trabalha em empresas terceirizadas em parte dos serviços que opera e a recomposição de pavimento é uma delas. De acordo com João, a COPASA está com um contrato sendo homologado e, no mais tardar, na próxima semana, a empreiteira iniciará as obras de recomposição nas vias. 

Sobre a coleta e tratamento do esgoto gerado em Nova Serrana, o superintendente explicou que hoje há um volume superior de dejetos sendo lançado na rede coletora. Esse volume proveniente de fontes alternativas como fábricas e poços artesianos que não são clientes da COPASA gera uma sobrecarga na rede.

Existe a previsão de ampliação da ETE com a instalação de mais um módulo de tratamento, além do estudo para verificar a possibilidade de instalação de uma ETE pré-fabricada tendo em vista que a ampliação da ETA – Estação de Tratamento de Água tornará consequentemente necessária também a ampliação da ETE para acompanhar o tratamento do volume gerado.

INVESTIMENTO DO ESTADO

O deputado estadual Fábio Avelar destacou que desde o início de seu mandato como deputado buscou grandes investimentos para Nova Serrana para serem aplicados no abastecimento de água e conseguiu em 2015 recursos da ordem de R$ 28 milhões e 900 mil reais junto ao governo do Estado. 

Posteriormente também conseguiu um convênio no valor de R$ 3 milhões e 600 mil reais. Aos investimentos angariados pelo deputado também se somam os recursos de R$ 6 milhões e 400 mil em outro convênio assinado em novembro de 2020 entre a COPASA e o município de Nova Serrana.

Fábio relatou que além de buscar investimentos tem atuando cobrando ações da COPASA, inclusive, propôs, se necessário agendar uma reunião presencial com os vereadores na diretoria geral da COPASA em Belo Horizonte.

Texto e Foto: Câmara Municipal de Nova Serrana